Capivara no pio


Caçada de capivara no pio

Tempo se foi quando fazíamos caçadas de capivaras no pio. Naquela época tinha menos capivaras que agora, hoje poucos caçam as capivaras, os rios estão poluídos, as capivaras estão rotuladas de transmissoras de febre maculosa.

A caçada de capivara no pio, começa com o aprendizado de assoprar o pedaço de folha de lata dobrada com um furinho. Tomei ciência do dispositivo de sopro com um velho caçador amigo do meu pai. Fiz a folha dobrada, e quem diz de aprender a assobiar com aquilo. Verdadeiramente, não tem como ensinar outro assoprar para sair o ruído agudo. Eu coloquei aquilo na boca e fiquei por dois dias tentando, até que consegui. Foi realmente a primeira das vitórias deste tipo de caçada.

O local da caçada deve ser verificado antes, olhando os despojos dos animais e onde  descem e sobem para a água, bem como verificar os capins novinhos que andam saboreando. As barrancas do rio sempre é o melhor local para encontrá-las , deve-se ir com barco, pois ao alvejá-la, onde você possa ter um bom ângulo de visão. À tardinha, antes de escurecer você sobe na árvore, sempre com a espingarda descarregada, espera escurecer, vai preparado para enfrentar nuvens de pernilongos. Eu muitas vezes, trepado na árvore, ficava pensando que uma das piores torturas é ficar tomando picadas de pernilongos daquela forma. Continua o chamado pausado, pois não pode ficar todo momento chamando, elas podem desconfiar. Quando você ouve uma resposta, aquilo dá uma emoção danada, ela logo pia mais próxima e você fica ainda mais tenso,  muitas vezes ela sobe o rio ou desce e nada de vir. É um jogo de paciência, continua a chamar, aí você ouve-a saindo dágua e logo seu passos pela vegetação, mas a danada é desconfiada, cisma com alguma coisa, dá um baforão ,que até assusta a gente, e salta na água. Você é persistente e continua a chamar, fica até nervoso, que muitas vezes o ruído do pio sai meio rachado. Amiúde você continua com o assoprar e logo ouve um barulho de passos na vegetação, aí você para de piar, pois ela poderá desconfiar, o nervo vem à flor da pele. Seus ouvidos parecem que até ouvem mais que a sua capacidade, percebe que ela está bem próxima acende o farolete e vê a bichona. De imediato leva a arma e alveja na paleta, pois na cabeça sempre é mais arriscado. Invariavelmente ela cai na água e a busca deve ser iniciada após 20 minutos, dando o tempo para aflorar. Eu sempre dizia que caçada de capivara é boa até que você não mate, depois que matou é só encrenca, tem que procurar pelo rio, que muitas vezes demora horas, limpar à noite e sair com seu corpo todo catingando capivara. A carne de capivara é um pouco enjoativa e o preparo é polêmico: uns falam para cozinhar na folha de mandioca para sair o cheiro forte, outros dizem para deixar uma noite a carne na água corrente, outros falam que não precisa fazer nada, só um bife e jogar na frigideira. Eu já comi carne de capivara na casa de amigos na forma de porpeta, linguiça,etc, mas a melhor que comi foi no RS, chuleta de capivara assada no espeto intercalada com toucinho de porco. 

Desenho de Eloir M Marcelino

2 visualizações

©2019 by RECARGAMATIC.