Dr. Tito e seu Smith & Wesson duas polegadas

   Dr. Tito, grande amigo do meu pai. Pessoa cativante de oratória impecável, principalmente quando utilizada em suas defesas criminais como consagrado advogado criminalista.

   Lembro quando frequentava a oficina de meu pai, dizia que eu teria chances iguais ao meu pai de ficar careca, pois meu cabelo era oleoso e fino. Dizia também que teria que massagear bem o couro cabeludo para ativar a circulação para  diminuir a queda. Sua previsão foi infalível, estou careca! 

   Lembro também de uma lambreta que possuía onde expressava seu amor eterno pela esposa, carregava o nome do casal gravado nos bancos de couro : Tito & Meire.

    Recordo que meu pai guardava com muito carinho em sua oficina uma pistola cal.7,65 Walter PPK com umas dezenas de balas com pontas vermelhas. Para mim aquele conjunto era de inefável beleza.

    Arguindo meu pai sobre a origem da bela arma, dizia que foi presente do Dr. Tito 

    Dr. Tito era muito cuidadoso com seus pertences, tudo que possuía era reluzente, curtia motos, carros esportivos e armas.

    Na época, a cidade toda agraciava-o como  o  melhor atirador. Infelizmente nunca pude apreciá-lo atirando. Comentavam que  possuía uma particularidade ao apontar para o alvo. Apontava  sobre o alvo e ia abaixando a arma ,com seu revolver infalível, até que a bala percorresse o minúsculo cano de seu Smith &Wesson e atingisse em cheio o alvo estabelecido.

    Conversando com seu filho Sylvio, também advogado, contou-me pormenores do grande atirador, disse ele que seu pai colocava um cigarro a uma distancia de 15 a 18 metros e puxava do seu S&W de cano duas polegadas e acertava em cheio. Disse também que só não colocava mais longe, pois não mais enxergava o cigarro!

      Falou também que: certa vez Dr. Tito estava numa usina de açúcar de um cliente e, caminhando junto com o proprietário, um dos empregados denunciou um gambá andando pela estrutura de madeira da cobertura. O proprietário tão logo expressou seu desejo de liquidar o pequeno animal que vinha causando danos. Só lamentou que não possuía uma espingarda por perto. Dr Tito, ouvindo isso disse:

     —Não por isso, se não fizer questão de ter uma das telhas furadas, posso executar o serviço.         Puxou então da cintura seu S&W duas polegadas cal.38.

       O proprietário deu uma gargalhada e falou:

     —Quero ver acertar lá em cima com isso aí?

       Tácito, Dr Tito apontou e puxou. E o bicho despencou!

     O proprietário da usina tomou o revólver da sua mão e falou :

   — Também quero atirar.

     Colocou uma grande pedra como alvo. Dr. Tito disse que aquilo seria um alvo muito grande, fácil de acertar e o Sr. disse:

      —Mesmo com um alvo desse tamanho nunca acertei com um revólver.

     Após atirar e acertar o alvo, o usineiro chamou Dr. Tito para seu escritório e disse:

     —Quanto quer pela arma?

     —Não está à venda.

     Insistiu o usineiro.

     —Ponha preço.

      O Dr.:

     —Não vendo.

     O Usineiro tomou uma folha de cheque assinou e falou para o Dr. Tito preencher o valor. Mesmo assim não conseguiu apoderar do tão estimado S&W, que foi seu parceiro inseparável em vida.

    É tão bom relembrar pessoas marcantes como o Dr. Tito- saudoso Silvio Martins Bonilha.

1 visualização

©2019 by RECARGAMATIC.