©2019 by RECARGAMATIC.

Redutor de calibre




Redutor de calibre

O redutor de calibre é uma peça de aço usinado externamente no formato idêntico ao cartucho ou a bala da arma que se dispõe a usar, internamente é a câmara de um calibre menor. Os americanos chamam de “chamber adapter”,eles podem ser confeccionados para usar em armas de cano liso ou raiadas.

 Primeiramente vamos fazer uma apreciação sobre a utilização desses redutores nas espingardas de caça. O redutor de calibre, tão bem chamado pelos americanos como adaptador, nada mais é do que uma adaptação, estamos cansados de saber que tudo que é adaptado não é original e não pode funcionar como.

 Suponhamos usar um redutor de calibre 12 para o calibre 36. Como o redutor é exatamente do tamanho do cartucho , então o que vai acontecer com a balística interna: o chumbo irá percorrer o cano com muita folga e o choque da arma ficará sem atuação, ainda mais com as buchas plásticas atuais que envelopam a carga.

Um bom exemplo de como o choque atua na carga de chumbo apresentou em seu livro: “A caça em Portugal”o Carlos Eurico da Costa: o cano da arma funciona como uma mangueira de água, quando você aperta sua ponta  concentra o jato  e manda água mais longe. Achei fantástica essa comparação.

O redutor de calibre  funcionará bem se for um cano comprido dentro do outro, com todo o perfil interno do  original, mas isso eu nunca vi para calibres de espingardas.

Então, esses adaptadores podem servir de quebra galho quando não se tem mais nada ao seu alcance.

Na foto vocês podem notar um adaptador  talvez de cal.12 para .22. Notem que a câmara do cal.22 fica fora de centro. Pensem então: o projétil .22 irá percorrer o cano da cal.12 sem interferir no cano e para completar a péssima precisão ainda fora do centro!


A Argentina fabricava um belo redutor de calibre  12,16ou 20 para .22 long rifle. Era muito bem apresentado num estojo tubular e com uma bainha de couro. Acompanhava diversos anéis para as adaptações  aos calibres que fosse usar. Na ponta do cano tinha uma peça de latão com um “O ring” e possuía uma regulagem para acertar os desvios que provavelmente poderia haver.

Bem, o tiro sai e tem precisão, porém como disse acima é uma adaptação, assim sendo não deverá funcionar perfeitamente , mesmo porque falta um aparato de mira suficiente na espingarda de caça que não é construída para esse fim.

Adaptadores para rifles.


Os americanos fazem uma gama imensa de adaptadores para rifles. Tomamos como exemplo o .308 para o .32 ACP long. No link http://www.chuckhawks.com/rifle_chamber_insert.htmo Andrew Willis faz uma avaliação muito interessante, diz ele que o uso do adaptador prejudicou muito a precisão do  seu rifle.308 e  não arriscaria caçar esquilo com ela. Atirar com a munição .32 ACP,  é bem mais caro, seu rifle .22 dá mais precisão e a munição  é muito mais barata. Fala também que não  pode usar os adaptadores no pente da arma, pois a munição pode sair do adaptador.

Um adaptador que sempre tive curiosidade, que aliás não é adaptador e sim um inserto que é colocado na câmara da arma para usar munição .308 no rifle .30-06. Achei num fórum americano falando algo sobre isso. Dizem lá que esse inserto é colado com locktite e que depois para retirar dá uma canseira danada.

E.T.  escrevi no texto a palavra bala como se referindo a um cartucho ou munição. Devo dizer que embora possa parecer errado e não técnica, a palavra é perfeitamente correta. Até nos questionamentos dos meus vídeos um visualizador comprou a briga com outro dizendo que a gente diz: “recebeu um balaço e não uma cartuchada!



2 visualizações