Saudosa Campina


Saudosa Campina

A espingarda para o caçador de campo muitas vezes é mais um desejo de consumo do que propriamente um objeto de uso. Com armas simples e funcionais podemos ter o mesmo desempenho que as soberbas, mas o cão de caça, este sim, dentro do possível, terá que ser o melhor.

Como a espingarda deve ser considerada uma extensão de nossos braços, o cão tem que ser uma extensão de nossa mente. Tem que haver uma sintonia mútua entre o caçador e o cão para um bom entendimento no campo.

Nem sempre temos o melhor cão, mas vez por outra acertamos. A Campina,cachorra que tive, deixou sua história gravada indelével em minha mente.

Zé Louco, amante da caça , surdo e mudo, balbuciando algumas vogais e gesticulando muito com suas mãos enormes esteve há muito tempo atrás na minha firma com uma cadela isenta de raça de caça, parecendo mais uma tomba lata. A cadela estava no cio e ele solicitou que meu cão Lupe fizesse a cobertura,  prontamente aceitei, pois cães presos fazem pouco sexo e essa seria uma oportunidade.

Dias depois o Zé desapareceu com a cachorra prenha para o Mato Grosso, onde iria trabalhar numa fazenda. Após um bom tempo aparece o Zé Louco com uma cadela jovem perdigueira, filha do meu Lupe, dizendo que deixou seu trabalho na fazenda e como teria que morar na cidade, sem espaço para a cadela, precisava dispor dela. Eu aceitei meio descrente, pois sabia que o cruzamento que a gerou com certeza não daria boa coisa.

Como  tinha o Lupe que era um excelente cão, não me importei muito com a Campina, assim sendo ela foi ficando de lado sem ser adestrada.  O pouco tempo que tinha para caçar não poderia arriscar com uma cadela sem experiência e de raça duvidosa, então ela ficava parada.  Um belo dia caçando com o Nardinho em Mato Grosso do Sul perguntei se ele aceitaria que a Campina ficasse com ele por algum tempo para que desse uma treinada.  Assim ela foi levada para lá. Vez por outra falávamos por telefone e eu perguntava como andava a Campina e ele dizia que tinha saído algumas vezes, mas não estava ainda firme no rastro da caça. Um dia ele me ligou dizendo que quase tinha perdido a cachorra. Contou que estava treinando-a pelo campo e após um bom galope a Campina procurou água num pequeno tanque. Logo depois a cachorra desmaiou e ele teve que carregá-la até o carro. A suspeita foi que bebeu água do tanque contaminado por agro tóxicos de lavoura, felizmente ela recuperou e ficou sem sequelas.

A Campina, com o passar do tempo tornou-se muito producente e o Nardinho fez peripécias com ela.

Não esqueço a primeira vez que caçamos juntos, Nardinho eu e a Campina fiquei espantado ao ver suas amarrações e recuperação da caça, porém como era de se esperar, só obedecia ao Nardinho.

Não me esqueci aquele dia duma brincadeira que fiz com os colegas: na região que caçávamos existiam tribos e sempre se via índios pela estrada. Na volta dessa caçada, um grupo de índias que estava na estrada pediu carona para a cidade. Paramos e selecionamos as mais jovens para que entrassem na cabina da caminhonete e as mais velhas mandamos para trás com os companheiros que iam debaixo da capota de fibra. Quando chegamos à cidade foi só chateação, os que viajavam atrás estavam putos da vida!—Vocês puseram as novas na frente e mandaram as velhas prá trás!

A tese de que um bom cão de caça deve ter mestres genitores, dessa vez foi quebrada, pois a Campina teve mãe vira latas.

Assim que a trouxe de volta para casa, fomos nos inteirando e tornou-se inigualável, seu comportamento no campo era fantástico.

Nunca precisei gritar com ela, simplesmente ela me olhava e com um sinal de braço ou com um assobio curto e baixo ela entendia perfeitamente. Parecia que trocávamos mensagens telepáticas. Sabia exatamente a distância que tinha que manter comigo e quando amarrava sempre olhava para trás para ver onde eu estava. Era a demonstração inequívoca de  sintonia entre o  cão e o caçador.

O interesse e o prazer da Campina eram tanto em caçar que muitas vezes eu cheguei a dizer que caçava mais para agradar a cachorra do que eu propriamente.

0 visualização

©2019 by RECARGAMATIC.