©2019 by RECARGAMATIC.

Tonicão atrás das perdizes


                                                                foto google imagens

    A caçada só se define como boa se tiver três coisas: preparação, ação e recordação. A preparação é como um ritual, a primeira coisa é recarregar os cartuchos. Depois é preparar os apetrechos e inspecionar as armas, retirando o óleo velho e untando-a com novo lubrificante.

    Tonicão é do tempo em que ajudava seu pai, nas noites de inverno, a recarregar os cartuchos Cruzeiro de papelão verde. As buchas eram de feltro ou material semelhante, colocava um disco de cartão vazado de caixas de sapato depois da pólvora Piquete, a bucha de feltro e outro cartão. Colocava o chumbo, e por fim mais um cartão e passava o cartucho para a maquininha manual de virolar, onde rebordava o cartucho como de fábrica. Marcava-se manualmente um numeral designando o tamanho do chumbo. O ritual era sempre acompanhado por conversas sobre caçadas anteriores, ou sobre os cartuchos que muitas vezes falharam outros que saíram o papelão junto com o tiro, etc. Por falar nisso, existia um aparelho que era levado para o campo justamente para sacar o culote do cartucho quando o extrator não retirava, juntamente com outro dispositivo que retirava o tubo do papelão que ficava na câmara da arma.

   Os cartuchos de papelão tinham uma particularidade, que após o tiro exalavam um perfume que embriagava cada vez mais o caçador. Era aquele cheiro característico, somente bebido por aqueles que atravessaram esse tempo. Se o tiro fosse proveitoso, sentiam-se dois gozos, se não, o cheiro nos consolava!   

     Os tempos mudaram, os cartuchos mudaram para plásticos, o cheiro da queima não é o mesmo, as buchas plásticas tornaram mais rápida à recarga, tirando um naco do saudosismo. Tonicão também progrediu, passou a usar uma máquina com fechamento em estrela com dosagem de pólvora e chumbo. Ele usa a pólvora da marca IMBEL, tendo o cuidado de colocar a quantia estabelecida pela fábrica conforme o calibre. O que ele tão somente poderia alterar é a quantidade de chumbo. Falam os portugueses, que também seguem a escola francesa, que para um cartucho ser bom, a quantia de chumbo tem que ser “quadrada”. O que significa isto? A altura da carga de chumbo deve ser igual ao diâmetro do cartucho. Qual é lógica?  É proporcionar a velocidade ideal aliada a melhor carga de chumbo e distribuição.

   A preparação foi concluída, agora vem a ação. A ação sempre é precedida de uma ansiedade, a viagem para longe, a dificuldade de encontrar lugares adequados, etc.

   A pessoa encarregada de conseguir um local propício é sempre um amigo, e como diz o ditado: quem tem amigo não morre pagão! Vira-se daqui e de lá e Tonicão consegue. Certo que foi um pouco difícil e demorado. Mas se não fosse assim que gosto teria?

   Muitas das vezes o prazer de uma caçada de dias se perpetualiza em nossa memória por momentos que foram passados em pouquíssimo tempo.

    Tonicão numa dessas tardes inesquecíveis deu num galinheiro de perdizes, o lugar era limpo e as astutas rápidas qual o vento. O fôlego tinha que ser bom, a ligeireza das pernas então– caia em esquecimento as artrites e artroses. O pointer do Tonicão, não podia esperar, pois as danadas enxergavam o homem e o cachorro. Parece que até vemo-las correr olhando para trás.

    As tais que eram para dar o  espetáculo não propiciavam  encenação do cão e pulavam longe, nem tão longe que a máquina termodinâmica, como dizia W.W. Greener para designar a espingarda, que não podiam alcançar. Então, a pólvora que era queimada gradativamente, mas muito rápida, fazia com que se propelisse a carga de chumbo protegida pela caneca plástica da bucha. Percorria assim o cano espelhado passando pelo half chocke da ponta do cano sem se deformar os bagos e logo a chumbada abandonava a bucha que ficava para trás e tanto os chumbos centrais como os da periferia quase que mantinham a completa estabilidade e atingem o alvo tão desejado, encerrando o espetáculo magnífico só vivido por aqueles que são sectários de Nimorod.

3 visualizações