©2019 by RECARGAMATIC.

Um pouco de Sasha Siemel


Não me lembro onde pela primeira vez ouvi falar de Sasha Siemel, ultimamente. tem se falado muito deste caçador de onças. Na internet podemos encontrar um web site com muitas fotos dele e de sua família. Há também muita lenda cercando este homem, justamente porque o pantanal, antigamente era cercado de muitas crenças.

O Sacha, originário da Letônia,naturalizado americano, chegou ao Brasil pelo sul e enveredando para o norte, chegou ao pantanal matogrossense. Lá viveu muitos anos e aprendeu com os índios a arte de usar a zagaia, além da zagaia ele usava arco e flecha e mais que tudo armas à bala para caçar os felinos. Vivia ele ,sua família e os filhos na barranca do Rio Miranda numa casa flutuante, com seus cães de caça caçadores de onças e outros bichos. Na realidade ele era um Profissional Hunter, pois trazia para o Brasil americanos e europeus para caçarem o jaguar do pantanal e sobrevivia com esta atividade.

Em 1947 foi feito um filme, que na época rodou o mundo, chamado The Jungle family uma das cenas que foi gravada na Miranda Estância, onde o Sasha luta com a zagaia contra uma onça. Essa cena foi preparada, com uma onça mantida em cativeiro e espectadores com filmadoras gravaram a cena, só um dos que filmavam conseguiu captar as cenas.

Recentemente um matagrossense produziu um pequeno filme onde se vê cenas do Sasha lutando com uma onça com a zagaia. Este filme foi produzido, mais para incentivar o turismo ecológico do pantanal.

Também o escritor e caçador americano Peter Capstick escreveu em um dos seus livros um relato sobre caçada de onça de Sasha. Dias atrás conversei pela internet com parente do Sasha e me informou que a esposa do Sasha ainda vive e está com 93 anos.

Existe um livro sobre o Sasha chamado Tigreiro onde relata suas caçadas , foi editado nos EUA em 1953.

Fontes: Livros, Miranda Estância e Death in the silent places.Foto do site Sasha Siemel

0 visualização